Últimas Notícias
recent

ATLETAS DO ITUANO BASQUETE FALAM DE SUAS EXPECTATIVAS APÓS CONVOCAÇÃO PARA SELEÇÕES

O ITUANO BASQUETE TEVE QUATRO JOGADORAS CONVOCADAS PARA DUAS SELEÇÕES, PARA REPRESENTAR O BRASIL EM PORTO RICO E NA CHINA. ELAS FALARAM COM EXCLUSIVIDADE PARA O MOMENTO do ESPORTE


Por Daniel Nápoli e Moura Nápoli
Na última semana, o Ituano Basquete teve quatro jogadoras convocadas para a Seleção Brasileira: a ala Izabella Sangalli e a pivô Gabriela Guimarães (Feminina Adulta – para a disputa da Copa América); as laterais Patricia “Chuca” e Luana (Força Aérea, para os Jogos Mundiais Militares).Ambas as seleções ainda passarão por cortes no elenco, após o período de preparação.
O Momento do Esporte conversou com as jogadoras que comentaram sobre a convocação e a expectativa para a preparação.
Campeã dos Jogos Pan-Americanos de Lima, neste mês de agosto, Iza Sangalli de 24 anos, comemora. “Fiquei muito feliz com mais essa oportunidade. Espero ir lá, aprender mais coisas, treinar bastante, procurar evoluir como atleta e o principal é sair de lá dando o meu máximo e lutar para ficar entre as 12 se for para ser ser, se não for a gente fica feliz de ter sido lembrada de novo”.
Com passagens pelas seleções de base, Gabi terá sua primeira experiência na equipe adulta. A atleta de 23 anos espera adquirir experiência. “Fiquei bem feliz, minha primeira vez na seleção adulta, consegui fazer um bom campeonato aqui pelo ituano e acho que isso refletiu e tvee a convocação. Espero aproveitar ao máximo o período de treinamentos, adquirir todo o conhecimento, toda a experiência boa que tiver”, comenta.
Com 18 atletas convocadas pelo técnico José Neto, a Seleção Brasileira Adulta se apresentará no sábado (31) para período de treinamentos no Rio de Janeiro, que irá ocorrer até o dia 14 de setembro, data em que deverão ser cortadas seis jogadores, com as demais seguindo para Porto Rico, país em que ocorrerá a Copa América entre os dias 22 e 23 do mês que vem.
Patricia de Oliveira Ferreira, a “Chuca”, de 40 anos de idade, possui experiência em Seleções Brasileiras, tendo integrado o grupo que participou dos Jogos Olímpicos de 2008 e 2012, além de ter participado dos Jogos Mundiais Militares de 2015.
Não tendo atuado no Mundial de 2017 – em que o Brasil foi campeão – por lesão, a jogadora comemora o retorno. “ A gente sabe o que acontece, dá toda a nossa emoção para estar jogando e da melhor forma possível. Estou muito feliz de ter voltado e passado por toda essa experiência”.
Patricia fala também sobre a expectativa para a competição. “Desde 2014 que a gente ingressou nas Forças Armadas, após uma seleção de ótimas jogadoras, tive o privilégio de ficar, graças a Deus e jogar os Mundiais. A expectativa é das melhores, nós vamos defender o título e vamos com tudo lá”.
“Chuca” aproveita para agradecer o projeto do basquete em Itu. Não conhecia a cidade, mas conhecia  o Barbosa (Antônio Carlos, treinador do Ituano Basquete) e acabou me trazendo. Aqui as pessoas são muito calorosas, o clube tem uma torcida muito grande e ficamos felizes com essa recepção.Obrigada aos ituanos por acreditar. Aqui o prefeito Guilherme Gazzola acreditou em um projeto, foi pra frente e deu tudo certo eu acho que a primeira coisa é acreditar num projeto, trabalhar e a gente está aqui para dar 100%”.
Luana, de 27 anos foi convocada pela primeira vez, 3º Sargento Temporário ao lado de Patrícia, demonstra animação e  confiança para a preparação. “Ingressei na Força Aérea no ano passado e para mim tudo é muito novo, mas a expectativa é imensa eu já via muitas notícias delas (companheiras de seleção) que já pertenciam a FAB (Força Aérea Brasileira) há alguns anos e a minha expectativa é a maior. Temos que defender um título que é nosso e estou muito animada e muito confiante”.
Assim como “Chuca”, Luana defende o Ituano Basquete desde agosto do ano passado e também tece elogios à Itu. “A cidade é muito boa, tem bastante segurança para se morar e as pessoas ao muito receptivas e tem muita estrutura.
Patricia e Luana se apresentarão à Seleção Militar no dia 11 de setembro para  treinamentos no Rio de Janeiro e também na Argentina. Os Jogos Mundiais Militares acontecem de 13 a 28 de outubro, na China. O técnico Ricardinho convocou previamente 13 jogadores e levará 11 para a competição.
A Seleção Militar se trata de um programa de alto rendimento, em que de acordo com “Chuca”, a pontualidade é “estar jogando em um clube, disputar o campeonato brasileiro e isso dá condições de estar nesse programa”.



Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ITUANO BASQUETE É DERROTADO POR UM PONTO E NOS ÚLTIMOS SEGUNDOS

JOGO REEDITOU FINAL DE 2021. TIME DE BLUMENAU VENCEU OS DOIS JOGOS DE 2022 Jogando na noite da sexta (27) em Blumenau, o Ituano Basquete d...

O GRANDE PARCEIRO

Tecnologia do Blogger.