Últimas Notícias
recent

O BRASIL NAS COPAS



Por Daniel Nápoli

2014

Após os fracassos nos Mundiais de 2006 e 2010, o Brasil disputou a Copa do Mundo de 2014 em clima de empolgação, já que depois de 64 anos, o torneio voltaria a ser disputado em solo brasileiro.

Favorito ao lado da Espanha, o Brasil chegou com moral ao Mundial, aós ter vencido os espanhóis com autoridade (por 3x0), na final da Copa das Confederações, um ano antes.Seria a oportunidade perfeita para exorcizar o Maracanazzo e enfim comemorar a conquista de uma Copa em casa.

Treinador do pentacampeonato, Luiz Felipe Scolari levou para o Mundial os seguintes jogadores:

Goleiros – Júlio César (Toronto-CAN), Jefferson (Botafogo-RJ) e Victor (Atlético-MG)

Laterais – Daniel Alves (Barcelona-ESP), Marcelo (Real Madrid-ESP), Maicon (Roma-ITA) e Maxwell (Paris Saint-Germain-FRA)

Zagueiros - Thiago Silva (Paris Saint-Germain-FRA), David Luiz (Chelsea-ING), Dante (Bayern de Munique-ALE) e Henrique (Napoli-ITA)

Volantes – Fernandinho (Manchetser City-ING), Paulinho (Tottenham-ING), Ramires (Chelsea-ING) e Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE)

Meias – Hernanes (Inter de Milão-ITA), Oscar (Chelsea-ING) e Willian (Chelsea-ING)

Atacantes – Neymar (Barcelona-ESP), Jô (Atlético-MG), Fred (Fluminense), Bernard (Shakthar Donetsk-UCR) e Hulk (Zenit-RUS)

Coube ao Brasil a abertura da 20ª Copa do Mundo, no dia 12 de junho, diante da Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. Apesar do susto de sair atrás no marcador, com um gol contra de Marcelo, os brasileiros mantiveram a calma e envolveram os adversários, virando a partida em 3x1, com gols de Neymar (duas vezes) e Oscar.

Cinco dias depois, na Arena Castelão, em Fortaleza, o Brasil encarou o México, não saindo de um dramático empate por 0x0, com chances claras de gols para ambos os lados.

O terceiro e último jogo da primeira fase, foi no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, contra Camarões, no dia 23 de junho. Os gols que faltaram diante do México, sobraram diante dos camaroneses. Neymar (duas vezes), Fred e Fernandinho, foram os autores dos tentos na vitória por 4x1.

No dia 28 de junho, o Brasil enfrentou o Chile pelas oitavas de final. A partida, reforçou a irregularidade da seleção Canarinho, naquele torneio. Os brasileiros saíram na frente com Daviz Luiz, porém sofreram o empate, que se persistiu na prorrogação, com a decisão da vaga indo para os pênaltis, após um jogo dramático, com ambas as seleções desperdiçando chances de “matar a partida”.

Nos pênaltis, embora Willians e Hulk tenham desperdiçado suas cobranças, o Brasil farantiu sua classificação ao vencer por 3x2, no Mineirão, em Belo Horizonte. Nas quartas, os adversários seria outra seleção sul-americana: a Colômbia.

Para enfrentar a Colômbia, o Brasil retornou ao Castelão, em Fortaleza, no dia 4 de julho. A vitótia por 2x1, com gols dos zagueiros Thiago Silva e David Luiz acabou ofuscada por uma fratura em uma das vértebras, sofrida por Neymar, após entrada violenta de Zuñiga.Com a lesão, o atacante brasileiro não jogaria mais naquele Mundial, com isso, não enfrentaria a Alemanha na semifinal.

O dia 8 de julho, passou para a história do futebol brasileiro, de maneira negativa. Ao enfrentar os alemãs por uma vaga na final, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, o Brasil não viu a cor da bola durante a partida, sendo atropelado por sonoros 7x1. Thomas Müller, Klose, Kroos (duas vezes), Khedira e Schürle (duas vezes), foram os algozes da seleção pentacampeã mundial.

Novamente, o Brasil deixava escapar a chance de ser campeão em casa, dessa vez, de uma maneira mais dura, deixando incrédulo o mais pessimista dos torcedores, com Luiz Felipe Scolari, se tornando o símbolo da queda, sendo contestado pela formação tática, bem como a postura da seleção em campo.

Restava ao Brasil a disputa do terceiro lugar, porém ainda na “ressaca” da goleada história sofrida, os brasileiros foram novamente derrotados, dessa vez  frente a Holanda, por 3x0., no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.O título acabou com a Alemanha, que faturou o tetracampeonato mundial, ao bater a Argentina.

Que venha a Copa do Mundo de 2018 para que o Brasil possa escrever um novo e feliz capítulo em sua gloriosa história!


Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JULIANA RIBEIRO É O NOVO REFORÇO DO VERA CRUZ CAMPINAS

ATLETA DEFENDEU NESTE ANO A SODIÊ DOCES/MESQUITA/LSB RJ   Por Daniel Nápoli Nesta segunda-feira (20), o Vera Cruz Campinas anunciou a ...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.