Últimas Notícias
recent

PROFISSIONAIS DA IMPRENSA COMENTAM GRUPO DO BRASIL NA COPA DO MUNDO




Moura Nápoli/Daniel Nápoli

Na última sexta-feira (05), em Doha, a FIFA realizou o sorteio para a definição dos grupos da Copa do Mundo de Futebol Masculino, que será realizada entre novembro e dezembro deste ano, no Catar.

O Brasil, único país a disputar todas as edições do Mundial, integrará o Grupo G, juntamente com Sérvia, Suíça e Camarões. As duas primeiras seleções , foram nossas adversárias na Copa de 2018, enquanto Camarões em 2014.

O MOMENTO do ESPORTE ouviu três profissionais da imprensa, que fizeram uma análise do sorteio. Confira:


Vander Luiz - Jornalista

 

“Não vejo com tanto interesse o sorteio dos grupos da Copa do Mundo. Vale pelo lado histórico, o Brasil terá dois adversários da Copa da Rússia (Sérvia e Suíça).  A Seleção Brasileira já enfrentou de certa forma a Sérvia quando fazia parte da Iugoslávia na abertura da Copa do Mundo de 74 da Alemanha. Aliás, tinha 7 anos de idade e as minhas primeiras lembranças dos jogos de uma Copa Mundo são dessa edição. O jogo sofrido com defesas importantes de Émerson Leão no empate por 0 a 0.

Tirando o lado histórico e o retrospecto das seleções nas últimas eliminatórias e nas competições não tem essa conversa de escolher adversário. Que está preparado entra em campo e joga bola.

Pode me chamar de engenheiro de obra pronta, mas prefiro o lado histórico. Estou um pouco cansado de tantas mesas redondas, de intermináveis conversas parecidas com aquelas que a gente tinha na escola ou no encontro com amigos em festas e bares. É muito palpite. Sinto a falta de reportagens.

Os tempos mudaram, posso ser chamado de saudosista, mas não estou fora das redes sociais. Tem jogador da Seleção Brasileira que nunca ouvi a voz dele. Para não dizer que a festa passou em branco, a mascote é uma das melhores dos últimos anos.”


Nilson César -  Jornalista/narrador


“Vai passar, o Brasil vai passar. Seria uma vergonha se não passasse para a fase seguinte da Copa do Mundo. Brasil e Suíça talvez passem para a fase seguinte. Tomara que seja primeiro colocado do grupo, tem todas as condições. Vai pegar dois europeus, a Suíça e a Sérvia. Não teremos jogo mole. Não pense que algum jogo será mole, mas o Brasil passa. A primeira fase eu estava temeroso se pegássemos outras seleções. Pegou um grupo relativamente tranquilo.”

 

 


Capitão Hidalgo – Radialista/comentarista esportivo

Eu diria que este não é um momento de ufanismo. Agora seria importante ver a realidade. A campanha que realizou com o Time nessas eliminatórias em termos de números eu vou dizer que é incomparável. No entanto a gente tem que olhar a maneira que está o futebol sul-americano e que há um notório e acentuado enfraquecimento. Eu não vejo isso com muitas condições de chegar a mais um título. Agora é manter a calma, afinal, jogar contra uma Suíça, jogando totalmente diferente de outros tempos, Sérvia e Camarões, que já exportam seus jogadores, eu não estou tão tranquilo assim e o Brasil tem que se espertar.


Fotos - Divulgação

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ITUANO BASQUETE FAZ A LIÇÃO DE CASA E VENCE SOROCABA

GALO VOLTOU A VENCER. FEZ A LIÇÃO DE CASA E CORRESPONDEU AS EXPECTATIVAS Na tarde do domingo (22), o Ituano Basquete recebeu o Pró-Esporte...

O GRANDE PARCEIRO

Tecnologia do Blogger.