Últimas Notícias
recent

COM EXCELENTE ATUAÇÃO, VERA CRUZ CAMPINAS VENCE O ITUANO BASQUETE E É BICAMPEÃO PAULISTA

CAMPINEIRAS LEVARAM A MELHOR POR 92 X 57 NA REEDIÇÃO DA FINAL DO ESTADUAL DO ANO PASSADO

Por Daniel Nápoli

Neste sábado (19), o Vera Cruz Campinas conquistou pela segunda vez em sua história, o Campeonato Paulista de Basquete Feminino da temporada 2020, ao vencer, no Ginásio da Ponte Preta, em Campinas, o Ituano Basquete por 92 x 57.

No primeiro quarto, o jogo foi marcado pelo equilíbrio, com o Ituano Basquete encarando a forte marcação do Vera Cruz, tendo um bom aproveitamento nos arremessos de três, tanto com Palmira Marçal, quanto com Ineidis Casanova.

Porém a partir da segunda metade do segundo período, o Galo caiu de produção, enquanto as campineiras mantiveram um ótimo trabalho defensivo e um ataque letal.

As bolas de três do Ituano passaram a não cair e os erros de passe foram ficando frequentes, enquanto os arremessos de três do Vera Cruz caíam com extrema facilidade, principalmente os de Damiris Dantas, Patty Teixeira e Tassia Carcavalli.

As infiltrações no garrafão também foram frequentes do time de Campinas, que assim como na decisão do estadual do ano passado, levou a melhor sobre o Ituano Basquete.

Os grandes destaques do Vera Cruz na decisão foram: Damiris Dantas (20 pontos, oito rebotes e uma assistência)), Patty Teixeira (13 pontos, três rebotes e quatro assistências)  Tassia Carcavalli (12 pontos, três rebotes e três assistências). Já pelo lado do Galo: Ineidis Casanova (13 pontos), Palmira Marçal (12 pontos, três rebotes e uma assistência) e Mari Dias (12 pontos, cinco rebotes e uma assistência).

Com o resultado, o Vera Cruz Campinas coroou uma temporada “quase” perfeita, em que faturou a Copa São Paulo e o Paulista, realizando 17 partidas ao longo do ano, perdendo apenas uma, para o Santo André/APABA, pela segunda fase do Campeonato Paulista. O time comandado por Élcio Ortiz, conseguiu manter a intensidade de jogo o tempo todo, mesmo com o treinador rodando a equipe .

Se a base for mantida, incluindo a comissão técnica, a equipe seguirá dando trabalho e como favorita nas competições que disputar.

Já pelo lado do Ituano Basquete, Antônio Carlos Barbosa viu o time perder nomes como Gabriela Guimarães, Licinara Rodrigues, Monica Nascimento e Maila Ciciardi de 2019 para 2020 e viu o reforço Alana Gonçalo sair com apenas um jogo realizado na LBF (Liga de basquete Feminino) devido à pandemia de Covid-19, não disputou a Copa São Paulo e teve pouco tempo para fazer com que os novos reforços encaixassem o jogo.

Mesmo assim, os reforços com o grupo remanescente foi “dando liga” e o Ituano Basquete voltou a disputar uma decisão de Paulista. Caso a base seja mantida, bem como comissão técnica, com uma LBF inteira a ser disputada, certamente será ainda mais forte e poderá dar trabalho.

Com a colaboração de Elis Regina Schanoski, assistente técnica do Ituano Basquete.

Foto – Fábio Leoni/Vera Cruz Basquete

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JORNALISTAS OPINAM SOBRE PROPOSTA DE ALTERAR PERÍODO DE REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO

AO MOMENTO DO ESPORTE, ALEX FERREIRA, JÉSSICA CORSI E VANDER LUIZ ROSA ANALISAM Por Daniel Nápoli Há meses, a FIFA criou um grupo para e...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.