Últimas Notícias
recent

DE VIRADA, BRASIL VENCE O COMITÊ OLÍMPICO RUSSO E ESTÁ NA SEMIFINAL DOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO-2020

PELA SÉTIMA VEZ, SELEÇÃO BRASILEIRA FICA ENTRE AS QUATRO MELHORES, NO VÔLEI FEMININO



Por Daniel Nápoli

Nesta quarta-feira (4), pelas quartas de final, o Brasil venceu o Comitê Olímpico Russo por 3 sets a 1, no vôlei feminino, pelos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

O triunfo foi conquistado na raça e mostrou a força e qualidade que o grupo tem e também mostrou porque o técnico José Roberto Guimarães é tricampeão olímpico.

Em um primeiro set nervoso, a Seleção Brasileira não conseguia encaixar seu jogo, com Tandara e Roberta não conseguindo render o que vinham rendendo desde a Liga das Nações. Mas não estavam rendendo porque não estavam em um dia bom, mas porque a russas estavam conseguindo contê-las, méritos da seleção adversária. O primeiro set foi delas, que fecharam em 25 x 23, em disputa bastante equilibrada.

No segundo set,  o Brasil perdia por 15 x 9, quando José Roberto Guimarães fez a alteração que mudou a história do jogo e pode ter mudado a história das Olimpíadas-2020: substituiu Tandara e Roberta, por Macris (voltando de lesão) e Rosamaria.

Macris retornou muito bem, em um ritmo bastante forte e Rosamaria destruiu a defesa adversária, com um ataque poderoso. As brasileiras ganharam um gás e embalaram, fechando o set em 25/21.

Veio o terceiro set e com ele a virado do Brasil, que com a defesa mais acertada e um ataque forte, fechou em 25 x 19, virando a partida, dando um respiro em um jogo disputadíssimo.

No quarto set, mais equilíbrio, mas o Brasil além de Macris e Rosamaria, tinha Fernanda Garay inspirada no ataque e Carol Gattaz, que estava calibrada no saque e também muito bem nos bloqueios. A Seleção brasileira fechou em 25 x 22, ganhando a partida de virada, em 3 sets a 1.

Com o resultado, o Brasil garantiu vaga na semifinal. É a sétima vez que o vôlei feminino brasileiro fica entre as quatro melhores da competição.

Antes de Tóquio-2020, o Brasil foi semifinalista em Barcelona-1992 (4º lugar), Atlanta-1996 (bronze), Sydney-2000 (bronze), Atenas-2004 (4º lugar), Pequim-2008 (ouro) e Londres-2012 (ouro).

Por uma vaga na final dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, o Brasil enfrentará a Coreia do Sul. A partida será realizada na sexta-feira (6), às 9h (horário de Brasília).

 

Foto – Valentyn Ogirenko/Reuters

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ITUANO RESCINDE CONTRATO COM EDUARDO RAMOS

EXPERIENTE MEIA DEIXA O ITUANO. FICOU A EXPECTATIVA DE QUE PODERIA TER RENDIDO MAIS... O Ituano anunciou na manhã de desta segunda (27), q...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.