Últimas Notícias
recent

O SONHO QUE VIROU REALIDADE!

ÀS VÉSPERAS DE COMPLETAR 40 ANOS, CAROL GATTAZ  FALA AO MOMENTO DO ESPORTE SOBRE CONVOCAÇÃO PARA OS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO



Por Daniel Nápoli

Em agosto do ano passado, o Momento do Esporte entrevistou a central do Itambé/Minas e da Seleção Brasileira de Vôlei Feminino, Carol Gattaz. Na oportunidade, ela comentou sobre sua atuação pelo clube mineiro, relembrou sua trajetória no esporte e revelou que seguia sonhando e lutaria por seu maior sonho: disputar uma edição de Jogos Olímpicos.

Quase um ano depois, o Momento do Esporte voltou a conversar com Carol Gattaz, que completará no dia 27 de julho, 40 anos de idade. Seu presente será estrear em Olimpíadas, já que convocada pelo técnico José Roberto Guimarães, deverá estar em quadra na estreia da Seleção Brasileira, em Tóquio, diante da Coreia do Sul.

Depois de ficar de fora de Atenas-2004, Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016, Carol não desistiu, sendo exemplo de perseverança, de resiliência e com o passar dos anos, seu vôlei só fez crescer e a atleta chega aos 40 anos no auge de seu condicionamento físico e técnico.


Ao fazer um balanço da temporada 2020/2021, Carol comenta que “ não poderia ter sido melhor. Com o Minas a gente foi campeã de tudo o que disputou, foi um ano maravilhoso e eu acho que coroou com a minha convocação para a Seleção e agora realizando o meu maior sonho que é disputar uma Olimpíada. Foi maravilhoso.”

Depois de um longo período longe da Seleção Brasileira, pela qual foi pentacampeã do Grand Prix (2004, 2005, 2006, 2008 e 2009), Carol foi chamada para a disputa da Liga das Nações deste ano, em que o Brasil foi medalha de prata.

Depois de uma temporada extraordinária em Minas, a disputa da Liga das Nações foi a “cereja do bolo” para que enfim, a central pudesse ser convocada para uma Olimpíada, já que com grandes atuações, foi uma das melhores da competição.

Carol também fez um balanço da Liga das Nações. “Também foi o  melhor possível, realmente foi um campeonato em que o time inteiro cresceu como grupo. O balanço foi muito bacana, muito legal e a gente viu onde pode chegar, então foi um norte muito bacana de ter disputado esse campeonato para essa preparação para as Olimpíadas.”



Já em Tóquio se preparando para o grande momento de sua carreira, Carol fala sobre a expectativa. “Estou muito ansiosa. Há alguns anos eu não esperava que eu teria outra chance, mas com bastante trabalho e seriedade eu pude conquistar essa vaguinha para estar aqui em Tóquio. Estou muito feliz e com expectativa muito grande para que comecem os Jogos.”

Questionada sobre como foi possível se manter tão resiliente e tão bem fisicamente e tecnicamente durante todos esses anos, Carol revela. “Eu costumo dizer que a partir do momento em que você está em um lugar que você ama e quando você ama o que você faz, você faz isso na maior alegria, vontade e amor possível. Eu falo que quando eu cheguei no Minas o meu foco sempre foi estar entre as melhores do campeonato, ganhar títulos até para poder retribuir aquilo tudo que eles fizeram por mim. Eu foquei muito no trabalho e a coroação foi essa convocação.”

“O segredo é muito trabalho, muito foco, principalmente isso. Na nossa carreira, na nossa vida, principalmente de atleta de alto nível a gente tem que ter muito foco, infelizmente abdicar de muitas coisas para estar aqui e chegar em alto nível. Acredito que nesses últimos anos  foram de bastante foco e abdicação e graças a Deus eu consegui chegar nesse momento que eu tanto sonhei, não só fisicamente, mas mentalmente também e isso é muito importante”, acrescenta.

Ao concluir a entrevista, Carol aproveita para deixar uma mensagem. “Eu queria agradecer a todos, pois recebi muitas mensagens desde que fui convocada, muitas mensagens de carinho de pessoas que torcem por mim, que torciam para que eu estivesse aqui. Estou muito feliz mesmo e espero que eu possa corresponder a todas as expectativas que eles estão colocando em mim e que com certeza eu estou treinando bastante, me esforçando bastante, não só eu, mas toda a equipe do Brasil para representar os mais de 200 milhões de brasileiros e muito obrigada pelo carinho”.

A partida de estreia do Brasil diante da Coreia do Sul, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, será  às 9h45 (horário de Brasília).

Com a colaboração da Agência Luster.

 

Fotos – Divulgação/FIVB/Ricardo Bufolin/ECP

  

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

#TBT DO MOMENTO: QUARTETO FANTÁSTICO

RELEMBRE O CONTEXTO EM QUE FOI FEITA A FOTO MAIS EMBLEMÁTICA DA HISTÓRIA DA FÓRMULA 1 Por Daniel Nápoli Na última quarta-feira (21), a f...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.