Últimas Notícias
recent

NO DIA DO GOLEIRO, A TRAJETÓRIA DA FAMÍLIA BUFFON

ANTES DE GIANLUIGI, SOBRENOME JÁ ERA SINÔNIMO DE SEGURANÇA DA META ITALIANA


Por Daniel Nápoli

Nesta segunda-feira (26), comemora-se o Dia do Goleiro e para comemorar a data o Momento do Esporte traz a trajetória da Família Buffon, que ao longo das décadas vem mostrando que a segurança debaixo das traves está no DNA.

O planeta já está “cansado” de saber sobre os feitos de Gianluigi Buffon, campeão do mundo com a Seleção Italiana em 2006 e que disputou ainda os Mundiais de 1998, 2002, 2010 e 2014.


Gigi é recordista de jogos pela Itália (176) e possui uma trajetória de sucesso com a Juventus (dez vezes campeão italiano, quatro da Copa da Itália e seis da Supercopa da Itália), mas antes dele, um outro Buffon fez sucesso vestindo a camisa da Azzurra.

Lorenzo Buffon, primo de quarto grau de Gianluigi, foi o goleiro titular da Itália na Copa do Mundo de 1962, disputada no Chile.  O arqueiro atuou em duas partidas naquele Mundial, em que os italianos foram eliminados ainda na primeira fase.


Ao todo, Lorenzo que atualmente tem 91 anos de idade, disputou 15 partidas pela Seleção Italiana, entre 1958 e 1962 e só não disputou a Copa do Mundo de 1958, pois a Azzurra não conseguiu se classificar para a competição.

Por clubes, o primeiro Buffon marcou época no Milan, equipe em que atuou entre 1949 e 1959, sendo tetracampeão italiano pelo time rossonero (1950/1951, 1954/1955, 1956/1957 e 1958/1959) e bicampeão da Copa Latina (1951 e 1956).

Em Milão, Lorenzo defendeu ainda a Internazionale (1960-1963), sendo campeão italiano na temporada 1962/1963. Além de Milan e Inter, Buffon passou por Portogruaro (1948-1949), Genoa (1959-1960), Fiorentina (1963-1964) e Ivrea (1964-1965).

Considerado um dos melhores goleiros de sua geração, Lorenzo que era conhecido como “Il Magnífico” (O Magnífico) chegou a levar Gianluigi ao Milan, em 1991, para fazer testes.

Lorenzo era olheiro da equipe, enquanto Gianluigi tinha apenas 13 anos de idade. Para a tristeza do Buffon pioneiro, o clube recusou Gigi. Anos depois, o primo mais novo virou realidade no Parma e se consagrou na Juventus.

Buffon, um sobrenome, muitos títulos e muita história!!!

 

Fotos - Divulgação

 

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FÓRMULA 1: VERSTAPPEN VENCE NOS ESTADOS UNIDOS

HOLANDÊS CONQUISTA A SUA 8ª VITÓRIA NA TEMPORADA 2021   Por Daniel Nápoli Neste domingo (24), Max Verstappen, da Red Bull, venceu o GP...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.