Últimas Notícias
recent

ITUANO BASQUETE FALA SOBRE O ADIAMENTO DE JOGOS NA LBF

COMISSÃO TÉCNICA COMENTA BENEFÍCIOS E DIFICULDADES QUE MEDIDAS ACARRETAM NA PREPRAÇÃO DO ELENCO

 


Por Daniel Nápoli

 

O Ituano Basquete realizou até aqui, dois jogos pela Liga de Basquete Feminino (LBF) da temporada 2021, porém devido à fase emergencial imposta pelo Governo do Estado de São Paulo para frear o aumento de casos e mortes por Covid-19, o Galo teve duas partidas adiadas pela competição (contra SESI Araraquara e Vera Cruz Campinas).

Com isso, o time de Itu deverá entrar em quadra somente no dia 13 deste mês, fora de casa, diante do KTO/Blumenau, pouco mais de 20 dias depois de ter disputado seu compromisso mais recente.

Com o período de pausa perde-se ritmo de jogo e a preparação física , tática e técnica precisam seguir intensas. Pensando nisso, o Momento do Esporte esteve em contato com a comissão técnica do Ituano Basquete, que comentou a respeito da pausa.

Questionado se o período seria benéfico ao Galo, já que o elenco ainda não está completo (Alana Gonçalo e Izabella Sangalli ainda deverão se apresentar, após encerramento de temporada na Espanha, enquanto Letícia Josefino já se apresentou), o técnico Bruno Guidorizzi comenta. “A gente já sabia que a equipe não estaria completa logo no início e teria dificuldades nesse começo de temporada, apesar de que os jogos que foram adiados, só jogadoras que estavam inscritas no momento do jogo inicialmente marcado poderão participar”.

“As que estão chegando só poderão jogar no momento em que forem inscritas, vão ter um tempo de treinamento conjunto com a equipe e um entrosamento maior, então é bom por esse lado”, acrescenta o comandante.

No entanto, Guidorizzi analisa o outro lado. “Apesar desse tempo de entrosamento, se esses jogos precisarem ser adiados, vai estrangulando o calendário pode ser que inicialmente seja bom, mas poderemos ter muitos jogos seguidos e isso não será tão bom. Vai depender de como for andar a pandemia. “

Preparador físico do Ituano Basquete, Augusto Cruzollini explica que “os treinos estão acontecendo de acordo com a periodização que fizemos inicialmente e estamos seguindo o planejamento, com ajustes pontuais. “

Sobre o adiamento dos jogos, o preparador destaca que isso possibilitou mais tempo de treino, “com um número maior de atletas, devido a algumas meninas chegarem depois, por conta de jogarem outras ligas; isso permite nos aproximarmos mais do que queremos de jogo da equipe. Por outro lado, não ter jogos aumenta a ansiedade e a expectativa para a competição", analisa.

Joberson Nicolas Moraes (Nino), fisioterapeuta do Galo também comentou também sobre a pausa. "Em relação a parte de recuperação, sabemos que há uma demanda de tempo para que o corpo possa se reestruturar. Com as lesões decorrentes de treinamentos e das partidas, muitas vezes o tempo de recuperação acaba sendo menor do que realmente necessitamos.”

 “Além das respostas fisiológicas, precisamos que o corpo responda da melhor forma possível e de muito empenho e dedicação das atletas para que haja um retorno às quadras num espaço curto de tempo, sem dor e sem lesão. Por isso, aos meus olhos, esse tempo que estamos tendo, serve sim para ajustar algumas coisas com relação a tratamento e recuperação das possíveis lesões, comuns nesse início de temporada.”

No entanto, Nino cita o lado ruim dos adiamentos. “É que sem o campeonato correndo de maneira normal, a ansiedade acaba sendo um potencial adversário, devido também aos últimos acontecimentos referentes a essa pandemia que vivemos há mais de um ano", conclui.

Com a colaboração de Nathane Agostini, assessora de imprensa do Ituano Basquete.

 

Foto – Nathane Agostini

 

 

 

Moura Nápoli

Moura Nápoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ITUANO FAZ PENEIRA PARA CATEGORIAS DE BASE

BASE DO GALO RECEBEU GAROTOS PARA TESTES NO ESTÁDIO SOUZA LIMA No último sábado o Ituano promoveu uma peneira para avaliar garotos nascido...

OS GRANDES PARCEIROS

OS GRANDES PARCEIROS
Tecnologia do Blogger.